O que mais cai de matemática em concursos públicos?

Conseguir uma vaga de emprego por meio de concurso é o sonho de muita gente, pois isso pode significar a tão sonhada estabilidade financeira.

No entanto, um dos grandes tormentos de boa parte dos concurseiros é a matemática.

Nesse contexto, para te ajudar a se preparar para a prova, separamos uma lista com os principais temas de matemática em concursos públicos atualmente, confira!

Matemática em concursos

Cada concurso público, ao abrir as inscrições, publica um edital de convocação onde serão dispostas as principais disposições sobre a prova, o conteúdo programático, regras, direitos e deveres do candidato e outras coisas.

Nesse documento, estarão especificadas algumas das expectativas da banca que está construindo a prova, por exemplo, quais serão os principais temas cobrados na prova.

Sendo assim, antes de mais nada, é muito importante que você leia o edital com atenção, pois, assim, você vai saber como direcionar os estudos para conseguir acertar o maior número de questões o possível na prova.

Quais são os assuntos de matemática que são mais cobrados em concursos públicos?

Em cada tipo de concurso, a prova possui um foco específico.

Portanto, de uma forma geral, é muito importante que você leia o edital para saber quais são os principais conteúdos que serão cobrados nela e veja informações básicas sobre o dia da prova, como ver o resultado, o que pode e o que não pode fazer, quais são os seus direitos e deveres, entre outras coisas.

No entanto, em linhas gerais, observamos uma tendência das bancas examinadoras cobrarem os seguintes conteúdos de matemática em suas provas:

Provas de nível fundamental

Para cargos que exigem apenas que o candidato possua ensino fundamental completo, as provas de matemática costumam cobrar os seguintes conteúdos:

Sistema métrico (metro, metro cúbico, conversão de medidas, entre outras coisas);

  • Regra de três (do tipo simples e do tipo composta);
  • Razão;
  • Escala;
  • Proporção;
  • Porcentagem;
  • Produtos notáveis;
  • Fatoração;
  • Função Afim (e problemas relacionados com essa função);
  • Função quadrática (e problemas relacionados com essa função);

Provas de nível médio

Para cargos que exigem apenas que o candidato possua ensino médio completo, as provas de matemática costumam cobrar os seguintes conteúdos:

  • PG (Progressão Geométrica);
  • PA (Progressão Aritmética);
  • Probabilidade;
  • Funções (Afim, quadrática, exponencial) e suas aplicações;
  • Juros (tanto o simples quanto os compostos);
  • Análise combinatória;

Sobre a prova de matemática em concursos públicos

De uma forma geral, o objetivo de uma prova de matemática em concurso público é selecionar candidatos que consigam resolver problemas do dia a dia de uma forma matemática.

Isso significa, basicamente, que uma questão de concurso costuma ser contextualizada para que o aluno possa aplicar os conhecimentos de áreas como equações, regras de três, teoria dos conjuntos, raciocínio lógico e operações básicas para resolver possíveis problemas que apareçam.

Sendo assim, quando você for estudar para a prova de matemática, mais do que aprender a teoria de cada conteúdo cobrado na prova, é muito importante que você seja capaz de entender como ele funciona e como ele poderia ser aplicado na prova.

Para isso, existem algumas dicas que podem ser usadas na hora de estudar. Nesse contexto, abaixo, separamos algumas delas para te ajudar na hora de se preparar para o exame:

  1. Se organize: antes de começar a estudar, faça uma lista com todos os assuntos de matemática (e das outras matérias) que vai precisar aprender. Depois, selecione qual material você vai usar para aprender cada um deles (vídeo aula? Livros? Textos? Separe o material para que ele fique de fácil alcance quando você precisar usá-lo);

  2. Organize o seu tempo: depois que você tomou consciência do que precisa estudar, chegou a hora de organizar quando você vai estudar. Para isso, é muito importante que você organize o tempo que vai poder usar diariamente para estudar (2 horas por dia? 4 horas por dia? Separe isso em um cronograma);

  3. Faça um cronograma de estudos: é muito interessante que você se programe semanalmente sobre quais assuntos você vai precisar estudar. Assim, com pouco tempo entre o planejamento e a execução, as chances de acumular são menores. Uma dica é fazer isso aos domingos, especialmente durante a noite;

  4. Pratique: especialmente para matemática, é muito importante que você seja capaz de responder muitas questões em pouco tempo. Para isso, fazer exercícios sobre os assuntos que estão sendo estudados, resolver simulados e coisas do tipo pode ser muito importante. Nesse contexto, separe um tempo todos os dias para praticar a forma como o assunto está sendo cobrado na prova;

  5. Resolva provas antigas: especialmente para as provas de matemática, é muito comum que as bancas examinadoras dos concursos repitam o estilo de formulação das questões. Sendo assim, se você resolver provas antigas, é grande a chance de que você seja capaz de resolver a prova de forma mais fácil;

  6. Faça simulados: partindo do mesmo princípio que estudar as provas antigas pode te trazer vantagens, os simulados também funcionam da mesma forma, pois eles te ajudam a entender como a prova é feita e como você pode ganhar tempo ao respondê-la;

  7. Separe um tempo para as revisões: estudar é muito importante, mas você provavelmente já percebeu ao longo da sua vida acadêmica que, muitas vezes, depois de um certo tempo, o nosso cérebro acaba esquecendo o que foi aprendido. Nesse contexto, para evitar esse problema, agende revisões do conteúdo (especialmente revisões ativas, por exemplo, com o uso de questões para que você possa resolver, com o uso de simulados e coisas do tipo);

  8. Estude problemas de lógica: muitas provas de concurso acabam optando por cobrar de seus alunos que eles sejam capazes de resolver problemas de raciocínio lógico. Muitas vezes, esses problemas são perguntas comuns do dia a dia e outras vezes são de perguntas capciosas, que possuem o intuito de fazer com que o aluno erre (as famosas pegadinhas).

Nesse contexto, para estudar esse conteúdo de uma forma sólida, é muito importante que você pesquise por questões desse assunto, tente resolver elas e veja vídeos (ou textos) nos quais professores explicam como chegar ao resultado final.


Dicas